• Conselho Regional de Odontologia
    do Rio de Janeiro

  • Conselho Regional de Odontologia
    do Rio de Janeiro

Notícias

Home Notícias Dia Mundial de Prevenção do Câncer de Cabeça e Pescoço
27/07/2020

Dia Mundial de Prevenção do Câncer de Cabeça e Pescoço


O mês de julho é dedicado à campanha JULHO VERDE, e em por objetivo levar orientações à população sobre promoção de saúde, prevenção, diagnóstico, tratamento e reabilitação de pacientes acometidos com câncer na região da cabeça e do pescoço. E o dia de hoje , 27 de julho, foi escolhido como Dia Mundial da Prevenção do Câncer de Cabeça e Pescoço.

O CRO-RJ vem alertando para a importância de as pessoas procurarem atendimento médico ao perceberem sintomas e desconfortos na região do pescoço, boca ou face (confira abaixo os principais sinais).

Com a pandemia de Covid-19 muitos têm deixado de procurar atendimento médico, o que pode provocar o agravamento da doença e, consequentemente, dificultar o tratamento.

Para o presidente do CRO-RJ , Altair Andrade , sempre que perceber alterações que possam sugerir uma possível doença, procurem uma unidade de atendimento médico.

“Vá de máscara, leve seu frasquinho de álcool em gel para desinfetar as mãos, procure chegar o mais próximo possível do seu horário de consulta e evite proximidade com outros pacientes”, orienta.

 


Principais sinais do câncer de cabeça e pescoço

Aparecimento de nódulo no pescoço

Manchas brancas ou avermelhadas na boca

Ferida que não cicatriza em duas semanas

Dor de garganta que não melhora em 15 dias

Dificuldade ou dor para engolir

Alterações na voz ou rouquidão por mais de 15 dias

Um mito de dia de hoje e que a campanha Julho Verde procuram combater é que o câncer de cabeça e pescoço é uma doença exclusivamente masculina.

Décadas atrás, os homens eram mais acometidos por tumores na região da cabeça e pescoço, por representarem maior número de fumantes. A proporção, outrora ficava em torno de 90% masculina e 10%feminina. Hoje está igualada.

A maior presença do tabagismo entre as mulheres, e o aumento da incidência de câncer de tireóide (causado principalmente por variações hormonais mais constantes em organismos femininos) são as principais causas dessa mudança.

A consulta com um especialista, a realização de exames periódicos e os cuidados com a saúde devem, portanto, ser realizados por ambos os sexos.