AURICULOTHERAPY FOR SLEEP BRUXISM IN CHILDREN: A SERIES OF CASES

  • Bruna Scheffelmeier Universidade Federal do Paraná
  • Bruna Mello de Moraes Department of Stomatology, School of Dentistry, Federal University of Paraná, UFPR, Paraná, Brazil
  • Joyce Duarte Department of Stomatology, School of Dentistry, Federal University of Paraná, UFPR, Paraná, Brazil
  • Fabian Calixto Fraiz Department of Stomatology, School of Dentistry, Federal University of Paraná, UFPR, Paraná, Brazil
  • Juliana Feltrin de Souza Department of Stomatology, School of Dentistry, Federal University of Paraná, UFPR, Paraná, Brazil

Resumo

Introdução: Bruxismo do sono é definido como um comportamento que causa atividades musculares durante o sono. Na infância, leva a consequências que podem variar de desgaste dentário na dentição decídua a sintomas de disfunção temporomandibular. Não há estudos que demonstrem melhora de casos de crianças com bruxismo do sono durante e após tratamento com auriculoterapia. Objetivo: portanto, esta série de casos visou avaliar o efeito da auriculoterapia em crianças apresentando este quadro. Métodos: Doze pacientes foram inclusos neste estudo, com a media de idade de 6,9. O diagnóstico foi avaliado pela pergunta “Seu filho range os dentes quando dorme?”. O tratamento foi executado por um especialista em acupuntura de forma padronizada. A terapia foi feita por três semanas e o efeito foi avaliado através de um diário do sono, no qual os pais anotavam se a criança rangeu os dentes enquanto dormia antes (baseline) e durante a terapia (T1 a T3). Bruxismo do sono foi categorizado como presença ou ausência de ranger de dentes e a frequência variou de 0 a 7 (baseline), 0 a 5 (T1), 0 a 7 (T2) e 0 a 4 (T3) entre os pacientes. A intensidade foi comparada de acordo com os períodos pelo teste-T pareado ( =0,05). Resultados: Foi observado que a frequência de relatos diminuiu significativamente de baseline a T3. Conclusão: Estes resultados sugerem que auriculoterapia pode ser uma terapia alternativa para o bruxismo do sono na infância, uma vez que demonstrou reduzir sua frequência neste estudo, embora os pacientes possam apresentar efeitos diferentes devido a variabilidade biológica.

Publicado
2020-10-06
Como Citar
SCHEFFELMEIER, Bruna et al. AURICULOTHERAPY FOR SLEEP BRUXISM IN CHILDREN: A SERIES OF CASES. Revista Científica do CRO-RJ (Rio de Janeiro Dental Journal), [S.l.], v. 5, n. 1, p. 42-48, out. 2020. ISSN 2595-4733. Disponível em: <https://cro-rj.org.br/revcientifica/index.php/revista/article/view/141>. Acesso em: 30 out. 2020.
Seção
Artigos