REMNANT ADHESIVE FLASH IN ORTHODONTIC BONDING SYSTEMS WITH DIFFERENT CHARACTERISTICS

  • Erika Machado Caldeira Department of Orthodontics, School of Dentistry, Universidade Federal Fluminense, Niterói, RJ, Brazil
  • Paola Estefan Sass Department of Orthodontics and Pediatric Dentistry, School of Dentistry, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brazil
  • Vicente Telles da Silva University of Pittsburgh School of Dental Medicine
  • Nathalia Lima Freze Fernandes Private practice
  • Claudia Trindade Mattos Department of Orthodontics and Pediatric Dentistry, School of Dentistry, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brazil
  • Carlos Nelson Elias Biomaterials Laboratory, Instituto Militar de Engenharia, Rio de Janeiro, RJ, Brazil
  • Ana Maria Bolognese Department of Orthodontics and Pediatric Dentistry, School of Dentistry, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brazil
  • Matilde da Cunha Gonçalves Nojima Department of Orthodontics and Pediatric Dentistry, School of Dentistry, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, RJ, Brazil

Resumo

Introdução: O excesso de material de colagem que permanece ao redor dos bráquetes impacta negativamente a saúde bucal dos pacientes ortodônticos. Objetivo: Avaliar a influência dos sistemas de colagem ortodônticos na remoção de excesso de adesivo ao redor de bráquetes. Métodos: Baseado em suas características, quatro sistemas de colagem ortodônticos foram selecionados: adesivo fotopolimerizável (G1 – TransbondTM XT); adesivo fotopolimerizável com pigmentação rosa (G2 - TransbondTM Plus Color Change); cimento de ionômero de vidro reforçado com resina (G3 - FujiOrthoTM LC); e adesivo autopolimerizável (G4 - ConciseTM). Para cada grupo (n=10), um único operador posicionou os bráquetes em dentes bovinos (n=40) e utilizou uma sonda exploradora para remoção visual do excesso de material de colagem. Após a polimerização / tempo de cura, as amostras foram levadas ao estereomicroscópio e o software Axio Vision 4,4 foi utilizado para mensurar a área de excesso de adesivo remanescente ao redor de cada bráquete. Os dados quantitativos obtidos foram analisados pelos testes de Kruskal-Wallis e post-hoc de Dunn em significância de = 0,05. Resultados: O cimento de ionômero de vidro reforçado por resina (G3) apresentou a maior área de remanescente de excesso. Não houve diferença estatisticamente significativa entre os demais grupos (G1, G2 e G4), independente da pigmentação ou do método de polimerização. Conclusão: O uso de cimento de ionômero de vidro reforçado por resina resulta em maior área de excesso remanescente, o que pode impactar negativamente a saúde bucal. A pigmentação e o método de polimerização não influenciaram no excesso de material remanescente.

Publicado
2021-05-21
Como Citar
Caldeira, E., Sass, P., Telles da Silva, V., Fernandes, N., Mattos, C., Elias, C., Bolognese, A., & Nojima, M. (2021). REMNANT ADHESIVE FLASH IN ORTHODONTIC BONDING SYSTEMS WITH DIFFERENT CHARACTERISTICS. Revista CientíFica Do CRO-RJ (Rio De Janeiro Dental Journal), 5(2), 36-42. doi:10.29327/24816.5.2-4
Seção
Artigos