EVALUATION OF DENTAL SCHOOL STUDENT’S SATISFACTION REGARDING THEIR OWN SMILE ESTHETICS AND FACIAL PROFILE

  • Caroline Figueiredo Cardoso Departament of Orthodontics, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil
  • Caroline Pelagio Maués Casagrande Departament of Orthodontics, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil
  • Felipe de Assis Ribeiro Carvalho Departament of Orthodontics, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil
  • Rhita Cristina Cunha Almeida Departament of Orthodontics, Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brazil

Resumo

Introdução: A estética facial apresenta grande importância na vida dos indivíduos. Entretanto, nem sempre o considerado estético pelo ortodontista corresponde com a opinião do paciente, visto que a estética é subjetiva. Assim, objetivou-se avaliar a percepção de graduandos da faculdade de Odontologia, em relação ao próprio sorriso e perfil facial, analisando se haveria diferença nesta percepção em relação ao período que cursariam e à medida que os conhecimentos são adquiridos. Materiais e Métodos: Desenvolveu-se este estudo observacional transversal, no qual distribuiu-se um questionário para todos os alunos do curso de Odontologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro. O questionário continha perguntas sobre o período cursado, idade, sexo, naturalidade, história prévia de tratamento ortodôntico, satisfação com o sorriso, índice de Necessidade de Tratamento Ortodôntico (IOTN) para ser comparado com o sorriso, além de escala para comparação do perfil facial. O teste do quiquadrado foi aplicado no software SPSS 13.0 e todas as análises foram realizadas com 95% de confiança (p<0,05). Resultados: Foram preenchidos 166 dos 253 questionários distribuídos. Destes, 103 alunos relataram tratamento ortodôntico prévio. O grau de satisfação com o próprio sorriso foi alto, sendo de 78% no primeiro ano de faculdade, 63% no segundo, 87% no terceiro e 72% no quarto ano. Houve preferência pelo perfil levemente convexo para ambos os gêneros.
Foi observado que 62% da amostra já havia feito tratamento ortodôntico, sendo a maioria da etnia branca. O teste qui-quadrado encontrou diferença estatisticamente significativa na etnia dos estudantes que receberam tratamento ortodôntico prévio (p=0,008). Conclusão: Não houve diferença na percepção
estética do próprio sorriso e perfil em relação ao período cursado, sendo o grau de satisfação com o próprio sorriso bastante alto.

Publicado
2020-12-31
Como Citar
Cardoso, C., Casagrande, C., Carvalho, F., & Almeida, R. (2020). EVALUATION OF DENTAL SCHOOL STUDENT’S SATISFACTION REGARDING THEIR OWN SMILE ESTHETICS AND FACIAL PROFILE. Revista CientíFica Do CRO-RJ (Rio De Janeiro Dental Journal), 5(3), 22-27. Recuperado de https://cro-rj.org.br/revcientifica/index.php/revista/article/view/170/116
Seção
Artigos